MAPEAMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO RELACIONADO À LOGÍSTICA REVERSA

Autores

  • Vinicius Marques Nejaim INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE - IFS
  • Cleide Ane Barbosa da Cruz INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE - IFS
  • Ana Katia Lima da Costa
  • Washington Martins da Costa Júnior
  • Leonardo Santos Sousa

Resumo

A Logística Reversa tem se tornado um diferencial para melhoria das operações logísticas, contribuindo para o aperfeiçoamento do processo de pós-venda e pós-consumo. Por isso, esta pesquisa tem como objetivo realizar um mapeamento tecnológico por meio dos depósitos de pedidos de patentes relacionados à Logística Reversa. Em relação à metodologia, a pesquisa se classifica como exploratória quantitativa, sendo realizada uma análise bibliométrica por meio de busca na base Scielo utilizando-se a palavra-chave “Logística Reversa” e um mapeamento tecnológico na base de dados do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) utilizando-se a palavra-chave “Logística Reversa”. Os resultados indicaram 63 artigos publicados na base Scielo, sendo que a maioria foi publicada em 2019 e são publicações brasileiras. Com relação aos dados do INPI, constatou-se que há poucos depósitos de patentes existentes sobre Logística Reversa. O ano de 2016 obteve a maior quantidade de depósitos e 67% dos depositantes são inventores. Não houve depósitos realizados por Universidades. Dessa forma, notou-se que é necessário estimular a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias que contribuam para melhorar as operações logísticas. Além disso, é preciso incentivar as parcerias entre Universidades e empresas, visando a construção e surgimento de tecnologias relacionadas à Logística Reversa que favoreçam o fluxo de produtos dentro de uma organização.

Downloads

Publicado

2021-04-24