Vocabulário controlado sobre bairros de Salvador

uma busca pela visibilidade afrocentrada na biblioteca da Faculdade de Arquitetura da UFBA

Autores

  • Jeã Carlo Mendes Madureira Universidade Federal da Bahia - UFBA
  • Ramon Davi Santana Universidade Federal da Bahia - UFBA
  • Eva Dayane Jesus dos Santos Universidade Federal da Bahia - UFBA

Palavras-chave:

representação da informação, informação étnico-racial, biblioteca universitária, vocabulário controlado

Resumo

Este artigo decorre de um relato de experiência que trata da necessidade da construção de um Vocabulário Controlado para os bairros da Cidade do Salvador, apresentando a relevância das adequações terminológicas para melhor atender as necessidades dos pesquisadores da Biblioteca da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia. No sentido metodológico, o texto adota a pesquisa bibliográfica e documental com vistas ao problema de partida e os objetivos estipulados para o projeto e para o referido trabalho. Apresenta, de forma sucinta, o surgimento dessa necessidade a partir das demandas relatadas pelos usuários da Biblioteca e com base na ausência de determinadas autoridades do tipo geográfica nos instrumentos de indexação convencionados no contexto das bibliotecas da Instituição. Partindo dessa carência, identificou-se como prioridade a criação de autoridades geográficas referentes aos bairros e localidades do Município de Salvador, considerando, ainda, suas particularidades étnico-raciais, demográficas, culturais e históricas, bem como as variações dos seus nomes. O projeto vem sendo executado na Biblioteca em questão, tendo apresentado resultados satisfatórios relativos à representação da informação de materiais bibliográficos do acervo. Conclui-se que o Vocabulário Controlado dos bairros e localidades da Cidade do Salvador, no contexto da biblioteca universitária analisada, atende aos preceitos de representação da informação étnico-racial e auxilia na recuperação da informação de pesquisadores que se debruçam sobre as especificidades de regiões, bairros e demais localidades da Capital.

Biografia do Autor

Jeã Carlo Mendes Madureira, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Bibliotecário-Documentalista da Biblioteca da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia
(BIB/FAUFBA). Especialista em Gestão de Bibliotecas Escolares pela AVM Faculdade Integrada. Bacharel em Biblioteconomia e Documentação pela UFBA.

Ramon Davi Santana, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Bibliotecário-Documentalista da BIB/FAUFBA. Mestrando em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFBA (PPGCI/UFBA). Especialista em MBA em Gestão Pública pelo Centro Universitário Leonardo Da Vinci (Uniasselvi). Bacharel em Biblioteconomia e Documentação pela UFBA.

Eva Dayane Jesus dos Santos, Universidade Federal da Bahia - UFBA

Bibliotecária-Documentalista da BIB/FAUFBA. Mestranda em Ciência da Informação pelo PPGCI/UFBA.
Especialista em Gestão Governamental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Bacharel em
Biblioteconomia e Documentação pela UFBA.

Referências

AQUINO, Mirian Albuquerque; SANTANA, Vanessa Alves Santana. Práticas de organização e representação da informação étnico-racial em bibliotecas universitárias: necessidade de preservação da memória de negros. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Brasília, v. 6, n. 2, p. 17-36, ago./dez. 2013. Disponível em: https://doi.org/10.26512/rici.v6.n2.2013.1780. Acesso em: 9 dez. 2021.

BRASIL. Lei no 10.639/2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm. Acesso em: 10 dez. 2021.

BRASIL. Lei no 11.645/2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 10 dez. 2021.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. Linguagem documentária: teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói: EdUFF, 2001.

CARMO, Nicácia Lina do; SILVA, Joselina da. Grupos de Pesquisa sobre relações sociais no Diretório do CNPq. Folha de Rosto, Juazeiro do Norte, v. 5, n. esp., p. 60-70, 2019.

CHAUMIER, Jacques. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1-2, p. 63-79, jan./jun. 1988.

CUNHA, Murilo Bastos da; CAVALCANTI, Cordélia Robalinho de Oliveira. Dicionário de biblioteconomia e arquivologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2008.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

GOMES, Nilma Lino. O Movimento Negro educador: saberes construídos nas lutas por emancipação. Petropólis: Vozes, 2017.

KOBASHI, Nair Yumiko; FRANCELIN, Marivalde Moacir. Conceitos, categorias e organização do conhecimento. Informação & Informação, Londrina, v. 16, n. 3, p. 1-24, jan./jun. 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2011v16n2p1. Acesso em: 9 dez. 2021.

LANCASTER, Frederick Wilfrid. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2004.

LANCASTER, Frederick Wilfrid. Information retrieval systems: characteristics, testing, and evaluation. New York: J. Willey, 1968.

MELO FILHO, Edilson Targino; SILVA JÚNIOR, Joabson Francisco da. A produção científica sobre estudos étnicos-raciais nas ciências sociais aplicadas: revisão sistemática de literatura. In: SILVA, Franciéle Carneiro Garcês da; LIMA, Graziela dos Santos. Bibliotecári@s negr@s: ação, pesquisa e atuação política. Florianópolis: ACB, 2018. p. 397-418.

MELO FILHO, Edilson Targino; SILVA JÚNIOR, Joabson Francisco da. Enegrecendo o ENANCIB: a produção científica nas temáticas étnico-raciais no Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação. Folha de rosto, Juazeiro do Norte, v. 5, n. esp., p. 49-59, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/392. Acesso em: 10 dez. 2021.

PEREIRA, Josemeire Alves. Trajetórias de famílias negras, pós-emancipação, direito à terra e segregação na constituição de territórios em Belo Horizonte (MG). In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 29., 2017, Brasília, DF. Anais [...]. Brasília, DF: Universidade de Brasília, 2017.

RANGANATHAN, Shiyali Ramamrita. A quarta lei. In: RANGANATHAN, Shiyali Ramamrita. As cinco leis da biblioteconomia. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2009. p. 211-241.

REIS, Vanessa Jamile Santana dos. A invisibilidade do feminismo negro nos instrumentos de representação do conhecimento: uma abordagem de representatividade social. 2019. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Instituto de Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/30429. Acesso em: 9 dez. 2021.

SALVADOR. Lei no 9148/2016. Dispõe sobre o Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo do Município de Salvador e dá outras providências. Legislação Municipal de Salvador/BA, Salvador, 8 de setembro de 2016. Não paginado.

SALVADOR. Lei no 9278/2017. Dispõe sobre a delimitação e denominação dos bairros do Município de Salvador, Capital do Estado da Bahia, na forma que indica, e dá outras providências. Legislação Municipal de Salvador/BA, Salvador, 20 de setembro de 2017. Não paginado.

SANTOS, Elisabete et al. (org.). O caminho das águas em Salvador: bacias hidrográficas, bairros e fontes. Salvador: Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social; Secretaria de do Meio Ambiente, 2010.

SILVA, Franciéle Carneiro Garcês da; GARCEZ, Dirnéle Carneiro; LIMA, Graziela dos Santos. Política de memória e o silenciamento das populações africanas e afro-brasileiras na Ciência da Informação. In: SILVA, Franciéle Carneiro Garcês da; ROMEIRO, Nathália Lima (org.). O protagonismo da mulher na biblioteconomia e Ciência da Informação. Florianópolis: ACB, 2018. p. 359-382.

Downloads

Publicado

2022-03-12

Como Citar

Madureira, J. C. M. ., Santana, R. D. ., & Santos, E. D. J. dos. (2022). Vocabulário controlado sobre bairros de Salvador: uma busca pela visibilidade afrocentrada na biblioteca da Faculdade de Arquitetura da UFBA. Revista Fontes Documentais, 4(Ed. especial), 159–176. Recuperado de https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1330

Edição

Seção

EIXO 2: Serviços e Produtos de Informação em Bibliotecas Universitárias