Bibliotecas Parque de Medellín:

a biblioteca pública se reinventa

Autores

Palavras-chave:

Bibliotecas Parque, Medellín, Biblioteca pública, Acesso à Informação, Bibliotecas - Colômbia

Resumo

O texto propõe uma apresentação da experiência colombiana com a implantação de bibliotecas parque que, atualmente, são concebidas como bibliotecas públicas em transformação. Ao se abordar essa temática, é importante enfatizar que a instituição biblioteca sempre esteve em constante processo de mudança, sustentado em quatro pilares principais: a laicização, a democratização, a especialização e a socialização. A biblioteca também possui participação no processo de apropriação cultural pois, conforme demonstram enquetes de consumo cultural, dela resultam práticas culturais cotidianas e seu perfil é redesenhado a partir das mudanças que estão ocorrendo nos modos de ler. A experiência de Medellín aponta que o formato dessas bibliotecas é passível de ser replicada com as devidas adaptações à realidade sociocultural de cada comunidade. Em um país como o Brasil, no qual a democratização ao acesso à informação, à cultura e à educação ainda carece de universalização, o modelo colombiano é uma válida experiência de inspiração

Biografia do Autor

Marcos Leandro Freitas Hubner, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Escola de Comunicações e Artes (USP). Mestre em Educação pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Professor do Departamento de Ciências da Informação – Biblioteconomia, da Universidade Federal de Rondônia (UFRO). 

Jussara Santos Pimenta, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Docente do Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar (PPGE-UNIR). Doutora em Educação pelaUniversidade do Estado do Rio de Janeiro/Universidade de Lisboa. Líder do Grupo de Estudos Interdisciplinares em Educação, História e Memória (MNEMOS)

Referências

ALMEIDA, Marco Antônio de. Políticas culturais & ciência da informação: diálogos e desafios. Ciência da Informação, Brasília, v. 43, n. 2, maio 2014. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1410. Acesso em: 30 nov. 2018.
BERNARDINO, Maria Cleide Rodrigues; SUAIDEN, Emir Jose. O papel social da biblioteca pública na interação entre informação e conhecimento no contexto da ciência da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v.16, n.4, p.29-41, out./dez. 2011. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1257/970. Acesso em: 26 nov. 2018.
BRASIL. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Pac2. Disponível em: http://www.pac.gov.br. Acesso em: 18 nov. 2015.
CASTRO, Cesar Augusto. Biblioteca como lugar de memória e eco de conhecimento: um olhar sobre O Nome da Rosa. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 4, p. 01-20, 2006. Disponível em: http://www.sbu.unicamp.br/seer/ojs/index.php/sbu_rci/article/viewFile/362/240. Acesso em: 26 nov. 2018
CÁTEDRA MEDELLÍN-BARCELONA. Boas Práticas: Parques de Bibliotecas. Aprendendo com a Colômbia.Cultura e educação para a convivência e a paz. 2011. Fundação Kreanta, Cátedra Medellín-Barcelona. Disponível em: http://catedramedellinbarcelona.org/archivos/pdf/34- BuenasPracticas-ParquesBiblioteca.pdf. Acesso em: 18 nov. 2018.
GONZÁLEZ, M. e CARRIZOSA, C. Entre o planejamento urbano, a apropriação do espaço e a participação cidadã. Os pacto cidadãos e o Parque de Bibliotecas Espanha de Santo Domingo Savio. Political Studies, n. 39, 2011. Disponível em: http://aprendeenlinea.udea.edu.co/revistas/index.php/estudiospoliticos/article/download/117 58/10689. Acesso em: 18 nov. 2018.
IFLA/UNESCO. Manifesto da IFLA/UNESCO sobre Bibliotecas Públicas. 1994. Disponível em: http://archive.ifla.org/VII/s8/unesco/port.htm. Acesso em: 27 nov. 2018.
IFLA/UNESCO. Diretrizes para o desenvolvimento do serviço de biblioteca pública. Federação Internacional de Associações de Bibliotecas e Bibliotecas, Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. 2001. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001246/124654e.pdf. Acesso em: 18 nov. 2018.
JARAMILLO, Orlanda. Políticas públicas para el desarrollo y fortalecimiento de la biblioteca pública. Rev. Interam. Bibliot, Medellín, v. 29, n. 1, p. 31-62, June 2006 . Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120- 09762006000100003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 nov. 2018.
LISBOA, Vinícius. Bibliotecas Parque fecham no Rio; secretaria promete retorno rápido. Agência Brasil, 2016. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/cultura/noticia/2016-12/bibliotecas-parque-fecham-no-rio-secretaria-promete-retorno-rapido. Acesso em: 20 nov. 2018.
MAUROIS, André. Dickens. [S.l]: Dominus, 1963
MARTINS, Wilson. A palavra escrita: história do livro, da imprensa e da biblioteca. 3. ed. São Paulo: Ática, 1998.
MEDELLÍN. Plan de desarrollo de Medellín, compromiso de toda la ciudadanía 2004– 2007. Medellín: [s. n.], 2004.
MEDELLÍN. Lineamientos político culturales para formulación del Plan de desarrollo cultural de Medellín 2009–2020. Medellín: [s. n.], 2008.
MEDELLÍN; Fundación Viztaz. Medellín, el mapa de los libros. Medellín: [s. n.], 2008.
MEDELLÍN. Medellín imparable, ejemplo de transparencia y buena gestión en el manejo de los recursos financieros. Medellín: [s. n.], 2009.
MEDELLÍN. Medellín transformación de una ciudad. Banco Interamericano de Desarrollo. Medellín: [s. n.], 2009.
MEDELLÍN. Plan de desarrollo: Medellín solidaria y competitiva (2008–2011). Gaceta oficial. Medellín: [s. n.], 2008.
PEÑA GALLEGO, Luz Estela. Las bibliotecas públicas de Medellín como motor de cambio social y urbano de la ciudad. BiD: textos universitaris de biblioteconomia i documentació, n. 27, 2011. Disponível em: http://bid.ub.edu/27/pena2.htm. Acesso em: 18 nov. 2018.
REY, German. Mutações simbólicas, redesenhos culturais e educação: a biblioteca, o museu e o laboratório. Revista Observatório Itaú Cultural, n. 24, jun./dez. 2018, p. 115-129. Disponível em: http://portal- assets.icnetworks.org/uploads/attachment/file/99812/OBS24_BOOK_ISSUU_20junho_ok.pd f. Acesso em: 23 ago. 2018.
SILVA, Aline Gonçalves da. Biblioteca Parque no Rio de Janeiro: breve histórico. Ponto de Acesso, v.10, n.1, p.32-45, abr. 2016. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/viewFile/13012/11059. Acesso em: 24 nov. 2018.

Downloads

Publicado

2021-01-17

Como Citar

Hubner, M. L. F., & Pimenta, J. S. (2021). Bibliotecas Parque de Medellín:: a biblioteca pública se reinventa. Revista Fontes Documentais, 3(3), 20–32. Recuperado de https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/586