https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/issue/feed Revista Fontes Documentais 2022-06-12T17:26:26-03:00 Salim Silva Souza salmilas@gmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Fontes Documentais é um periodico quadrimestral organizada pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em História das Bibliotecas de Ensino Superior – GEPHIBES/IFS,&nbsp;com o objetivo de atuar como um veículo difusor e fomentador da produção acadêmica relacionada a área da Ciência da informação,&nbsp; abordando os seguintes temas: memória, representação, identidade, patrimônio, preservação e conservação de documentos, fontes de pesquisa, historiografia das unidades de informação, como Bibliotecas, Arquivos, Centros de Documentações e Museus.&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1355 Síntese sobre os correspondentes hispanotropicais de Gilberto Freyre 2022-06-12T17:14:43-03:00 Zeny Duarte zenydu@gmail.com Bruno Oliveira dos Santos brunoadv.72@gmail.com Herbet Menezes Dórea Filho herbet.filho1991@gmail.com <p>O acervo documental de Gilberto Freyre atravessa décadas e apresenta-se capaz de redefinir leituras sobre o espaço geopolítico e cultural do Brasil, sob o aspecto agregador da Ciência da Informação e da Cultura Hispanotropical. A partir do método analítico e descritivo da documentação pessoal de Gilberto Freyre e, especificamente, das correspondências), apresentar-se-ão analogias das concepções de vida, moda, costume e cotidiano da temporalidade Freyriana e de seus correspondentes hispanos, do período de 1940-1960. Interessa desvendar a vida, obra, pensamento e acervos documentais de Gilberto Freyre (disponibilizados ao público pela Internet e por instituições culturais, situadas na cidade do Recife e em outras do Brasil e da Espanha). Entre ambos os locais, a pesquisa propõe o encontro de correspondentes-hispanos de Gilberto Freyre, com os quais manteve efetivas trocas de missivas e, portanto, de conhecimento, promovendo a formação de redes hispanotropicais, espelhos de uma espacialidade temporal e atemporal. Fazem parte da rede de Gilberto Freyre, insignes hispânicos correspondentes do escritor pernambucano, destacando-se em expressões social, literária, artística, cultural e científica. A partir de provas primárias e secundárias, a exemplo<br>de documentos epistolográficos como retratos da espacialidade geopolítica e cultural do Brasil e da Espanha, pelos saberes Freyrianos e pelas descrições de correspondências trocadas, os resultados desta pesquisa pretende destacar cenários de produção intelectual e cultural de uma mesma temporalidade. Como espaços de imensa importância deste estudo, situam-se a Fundação Gilberto Freyre e a Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre. Além dessas, outras instituições no Brasil e na Espanha são lugares de memórias voltados ao descortinar de itens documentais e informacionais partilhados e compartilhados entre Gilberto Freyre e personagens relacionadas ao processo de criação do sociólogo e ensaista, transformado em conhecimento e<br>amplamente disseminado. Com esta pesquisa, espera-se, futuramente, ressignificar a rede informacional de correspondentes hispanotropicais constantes nos arquivos-lugares-de-saberes Freyrianos.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1356 Memórias do Encontro de Arquivos, Bibliotecas e Museus de 2011: 2022-06-12T17:26:26-03:00 Daniel de Jesus Barcoso Cautela Branco danielbranco.ufba@gmail.com <p>Nos dias 16 a 18 de novembro de 2022 ocorrerá o II Encontro de Arquivos, Bibliotecas e Museus (ABM), desta feita na Faculdade de Letras da Universidade do Porto – Portugal. A seção NARRATIVAS REMINISCENTES, relembra por meio das memórias vivênciadas pelo doutorando Daniel Branco, o primeiro ABM, realizado na cidade de Salvador, a cerca de onze anos atrás, organizado pelo Grupo de Pesquisa G-Acervos do Instituto de Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1349 Expediente 2022-06-10T10:57:17-03:00 Salim Silva Souza salim.souza@ifs.edu.br 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1350 Editorial 2022-06-10T11:31:40-03:00 Salim Silva Souza salim.souza@ifs.edu.br Zeny Duarte de Miranda zenydu@gmail.com <p>Editorial&nbsp;</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1351 Entre a memória e o esquecimento: 2022-06-10T13:40:07-03:00 Mariana Acorse mariana.acorse@unesp.br Deise Maria Antonio Sabbag deisesabbag@usp.br Daniele Achilles daniele.achilles@unirio.br <p>Este artigo trata da responsabilidade do bibliotecário indexador no que tange à sua influência na construção da memória coletiva, a partir da prática da indexação de filmes na plataforma de streaming Netflix. As plataformas de streaming vêm ocupando um espaço cada vez maior na vida dos indivíduos, promovendo uma mudança de comportamento voltado para o acesso à informação fílmica, e, consequentemente, gera alterações no perfil de consumo, de identificação e reconhecimento do sujeito social. Nesse sentido, a problemática apresentada neste texto parte do questionamento sobre a prática da indexação de filmes e, como essa prática, pode moldar a construção da memória individual e coletiva. Com base nesse questionamento, delineou-se como objetivo geral: investigar como se dá a representação e a recuperação de filmes, com tema LGBTQ, na plataforma de <br>streaming Netflix. Dessa maneira, a partir do uso de metodologia de natureza qualitativa; do tipo descritivaexploratória e utilizou a pesquisa bibliográfica e o estudo de caso como procedimento metodológico. A pesquisa concluiu que o catálogo de filmes com tema LGBTQ da plataforma de streaming Netflix não omitiu filmes com esse gênero na recuperação da informação.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1352 Golpe militar publicado nos Cadernos Especiais Online dos Jornais Folha de São Paulo, Estado de São Paulo e Portal G1: 2022-06-10T14:04:04-03:00 Elizabeth Oliveira elizabeth.oliveira@ucb.br Eliane Muniz Lacerda eliane.lacerda@p.ucb.br Robson Borges Dias rbsn.dias@gmail.com <p>A pauta jornalística se caracteriza pelo uso de efemérides, fatos importantes que recebem atenção quando fazem aniversário. Dessa forma, o artigo avalia a pauta do Cinquentenário do Golpe Militar de 31 de março de 1964 no Brasil. O corpus de análise são matérias jornalísticas de coberturas especiais desse evento veiculadas em março de 2014. Por serem pautas elaboradas, possuem vários elementos de discurso, diagramação e caracterização que ilustram esses fatos, segundo o olhar e capacidade de documentação e registro da vida cotidiana ou mesmo da história pelo Jornalismo. Trata-se de pesquisa exploratória, pesquisa documental, instrumentalizada pelo estudo de caso, por meio de análise de conteúdo (BARDIN, 1977) de matérias jornalísticas dos jornais Folha de S. Paulo, Estado de S. Paulo e Portal G1, com abordagem de análise qualitativa em amostragem aleatória. A abordagem é por meio da hipótese do agenda-setting e enquadramento da mídia (MARTINO, 2010). Os resultados mostram que alguns veículos abordam o assunto de modo mais isento, imparcial e objetivo do que outros.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1353 Memórias culturais da Gastronomia nalguns textos das literaturas portuguesa e francesa 2022-06-10T15:40:26-03:00 Carmen Matos Abreu carmen.m.abreu@gmail.com <p>Esta pesquisa tem por objetivo analisar narrativas das literaturas portuguesa e francesa buscando configurar quadros de memória das preferências alimentares e gastronomicas segundo a época dos textos de Dinis (1992), Queiroz (1999, 1980), Balzac (1846), Castelo Branco (1884), Bonnier (1973) dentre outros ilustres escritores romancistas, nos revelando práticas e costumes, assim como aspectos culturais e sociais da sociedade por eles apresentadas.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais https://aplicacoes.ifs.edu.br/periodicos/fontesdocumentais/article/view/1354 Biblioteca Pública e sua atuação na sociedade 2022-06-10T16:29:35-03:00 Maria Cleide Rodrigues Bernardino cleide.rodrigues@ufca.edu.br <p>Aborda a atuação da biblioteca pública diante da Agenda 2030. Para tanto, discute sobre o conceito moderno de biblioteca pública coadunando com os conceitos de identidade, territorialidade, empoderamento e sustentabilidade. Tem como objetivos: descrever as possibilidades de atuação da biblioteca pública em consonância com a Agenda 2030 e analisar a implementação da Agenda 2030 no Brasil a partir do Relatório Luz de 2021. Trata-se de uma pesquisa descritiva, bibliográfica e documental. Os resultados são apresentados a partir das orientações da IFLA para participação das bibliotecas na Agenda 2030 e dos 5 pilares da sustentabilidade: pessoas, planeta, prosperidade, paz e parcerias. Conclui-se que, o ano de 2021 apresentou um retrocesso significativo no que diz respeito ao atendimento das metas de cada objetivo de desenvolvimento sustentável, em parte pelas políticas ou falta delas em virtude da Pandemia por Covid-19 e por outra parte, pelo processo de desgovernança em relação a Agenda 2030 do Governo Federal.</p> 2022-06-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Fontes Documentais